O ano passado, foram adquiridos 547,411 milhões de litros
Crédito: José Fernando Ogura/AEN Governo do Paraná
Em 2023, a aquisição de leite voltou a crescer na Bahia, após ter apresentado queda em 2022. No ano passado, foram adquiridos 547,411 milhões de litros pelos estabelecimentos de laticínios sob algum tipo de inspeção sanitária no estado, 0,9% a mais do que em 2022 (5,099 milhões de litros a mais).

Ainda assim, o número de 2023 está 8,0% abaixo do recorde do estado, registrado em 2021 (595,141 milhões de litros).

No país como um todo, os laticínios sob serviço de inspeção sanitária captaram, em 2023, 24,522 bilhões de litros, mostrando um aumento de 2,5% sobre a quantidade registrada em 2022. Foi o primeiro aumento, após dois anos de retração.

A Bahia respondeu, em 2023, por 2,2% de todo o leite adquirido no país, reduzindo um pouco sua participação (era de 2,3% em 2022) e ficando na 8ª posição entre os estados. Minas Gerais manteve a liderança histórica, com 23,8% do leite adquirido.

Veja também

Nunca se deve deixar os queijos abertos dentro do refrigerador porque as propriedades frias, porém secantes, destes aparelhos não são boas para o produto.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER