Se quer que o seu queijo dure muito tempo, continue lendo, pois lhe daremos os conselhos mais úteis para armazenar este alimento.
"Queijos de pasta mole, como requeijão, cream cheese e coalhada, devem ser descartados caso apresentem sinais de mofo. O mesmo vale para qualquer tipo de queijo ralado ou fatiado"

O queijo é um daqueles alimentos que adicionam uma dimensão única a qualquer refeição, tornando-se um deleite para muitos paladares.

Entretanto, para garantir que o seu queijo mantenha sua textura e sabor ideais, é crucial dominar a arte do armazenamento adequado. Aqui, revelamos todos os segredos para manter seu queijo fresco e delicioso na geladeira.

guardar o queijo na geladeira
Como guardar o queijo na geladeira para não ficar duro ou seco? – Foto: Freepik

Benefícios nutricionais:

Além de ser um verdadeiro prazer gastronômico, o queijo também oferece uma série de benefícios nutricionais. Rico em proteínas essenciais para a saúde do corpo, o queijo também é uma fonte de micronutrientes.

Esses micronutrientes são ainda mais concentrados devido à perda de água durante a maturação do queijo. Além disso, o queijo fornece entre 3 e 45% do colesterol total, com a quantidade recomendada de cerca de 100 mg/100 g.

Como guardar o queijo na geladeira para não ficar duro ou seco?

Para garantir a longevidade e a qualidade do seu queijo na geladeira, é fundamental seguir algumas diretrizes simples. De acordo com especialistas, o segredo está em armazenar o queijo em um recipiente com tampa, evitando assim o acúmulo de umidade excessiva. Isso ajuda a preservar a textura e o sabor originais do queijo, impedindo que ele endureça ou resseque prematuramente.

Enquanto muitos podem recorrer a vídeos nas redes sociais em busca de soluções para o mofo em queijos, é importante entender que nem todas as variedades de queijo são seguras para consumo após o surgimento de mofo.

Queijos de pasta mole, como requeijão, cream cheese e coalhada, devem ser descartados caso apresentem sinais de mofo. O mesmo vale para qualquer tipo de queijo ralado ou fatiado.

Instituições médicas alertam que o mofo pode liberar filamentos invisíveis, contaminando áreas além das visivelmente afetadas. Além disso, a presença de bactérias nocivas, como listeria, brucella, salmonela e E. coli, pode representar um risco à saúde.

Por outro lado, queijos duros e semiduros, como cheddar, colby, parmesão e suíço, podem ser salvos do mofo. Nestes casos, é seguro cortar a parte afetada, desde que seja removido um mínimo de 2,5 centímetros ao redor e abaixo da área contaminada.

Importante:

Ao lidar com queijos mofados, é essencial manter a higiene e evitar contaminar outras partes do queijo. Utilize uma faca limpa e mantenha-a afastada das áreas afetadas pelo mofo. Isso garantirá a segurança e a qualidade do seu queijo.

Veja também

Nunca se deve deixar os queijos abertos dentro do refrigerador porque as propriedades frias, porém secantes, destes aparelhos não são boas para o produto.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER