Diariamente, aproximadamente 650 reses da prestigiada raça Holandesa são ordenhadas, apresentando uma média impressionante de 39,42kg de leite por vaca por dia na Fazenda Fini; conheça
"Além de contribuir significativamente para o PIB nacional, a Fazenda Fini se destaca como um exemplo inspirador de como a modernização e a diversificação podem elevar a produtividade e a eficiência no setor agropecuário."

A agropecuária leiteira brasileira emerge como uma potência global, impulsionando o crescimento econômico, assegurando a produção de leite de alta qualidade e desempenhando um papel crucial na criação de empregos para inúmeras pessoas. Nesse contexto, a Fazenda Fini assume um papel proeminente no setor.

Localizada nos Campos Gerais, na Colônia Castrolanda, em Minas Gerais, essa propriedade leiteira, sob a competente administração do pecuarista Hans Jan Groenwold, destaca-se não apenas pela produção leiteira, mas também pela diversificação de suas atividades, incluindo a agricultura como uma empreitada secundária.

Sobre a Fini

A Fazenda Fini, de propriedade de Hans Jan Groenwold, não apenas figura entre as mais importantes propriedades leiteiras do Brasil, mas também exerce um papel crucial na promoção da sustentabilidade e inovação no setor. Seu compromisso com a implementação de práticas avançadas de produção agrícola, aliadas a tecnologias de última geração, demonstra o potencial transformador que uma gestão eficiente pode ter no cenário agropecuário.

Além de contribuir significativamente para o PIB nacional, a Fazenda Fini se destaca como um exemplo inspirador de como a modernização e a diversificação podem elevar a produtividade e a eficiência no setor agropecuário.

Fazenda fini
Foto: Redes Sociais

Confinamento Free-stall

As vacas na fazenda desfrutam de um sistema de confinamento inovador denominado “free stall”, no qual são mantidas em áreas individualizadas com camas confortáveis, corredores de acesso e pistas de trato. Diariamente, aproximadamente 650 reses da prestigiada Raça Holandesa são ordenhadas, apresentando uma média impressionante de 39,42kg de leite por vaca por dia e um rendimento médio de 12.051kg de leite por vaca em um período de 305 dias de lactação.

Os resultados impressionantes não param por aí, conforme os relatórios evidenciam que 16 animais desta propriedade alcançaram a notável marca de mais de 100 mil litros de leite em suas vidas produtivas. Em uma análise recente, destaca-se a vaca Fini Grayson Angie 9437, que registrou a produção notável de 73,3kg de leite, apresentando 3,35% de gordura e 3,21% de proteína, conforme dados oficiais do SCL Oficial/APCBRH.

A busca pela excelência é uma característica marcante nessa fazenda, como evidenciado pelo desempenho nas classificações de Conformação. No ano de 2013, 23 vacas foram classificadas como Muito Boa (MB) no primeiro parto, enquanto outras 9 alcançaram a classificação de Excelente (EX).

Fazenda fini
Foto: Redes Sociais

Igor Van Den Boroek, genro do proprietário Groenwold, compartilha insights sobre as práticas inovadoras implementadas na propriedade. Destaca-se o investimento significativo em genética, juntamente com experimentações constantes, visando encontrar soluções para desafios específicos. Em sua explicação detalhada, Igor destaca a importância do setor de desmame de bezerras, considerado crucial para o sucesso geral da propriedade.

O começo de tudo

Em 1951, um contingente de famílias holandesas desembarcou no Rio de Janeiro, com destino a Castro, no interior do Paraná, marcando o início de uma nova onda migratória. Esses imigrantes, inspirados pelo êxito anterior em Carambeí, deram origem à Colônia de Castrolanda, que se destacou como uma influente referência na produção leiteira no Brasil. A chegada da família de Hans Jan Groenwold em 1952, nas margens do rio Iapó, contribuiu para a diversificação da região.

Hans, que chegou ao Brasil com apenas 1 ano de idade, cresceu nas terras da Fazenda Fini, cujo nome é uma homenagem ao apelido de sua mãe. Desde a infância, ele participou ativamente das atividades diárias da propriedade, indo para a escola em charretes puxadas por cavalos. A aprendizagem incluía colaborar com seu pai antes e depois das aulas, engajando-se nos dois ramos da atividade agropecuária praticada na região.

Fazenda fini
Foto: Redes Sociais

Apesar de terem iniciado com o cultivo de arroz devido à configuração natural dos campos, a introdução gradual de pastagens, seguindo práticas holandesas, moldou a evolução da Fazenda Fini. Hoje, com mais de 60 anos de aprimoramento genético no gado holandês, a propriedade destaca-se na pecuária de leite, abrigando mais de 900 animais em lactação e produzindo quase 40 mil litros diários de leite.

A agricultura, contudo, não fica à sombra. A Fazenda Fini, além de seu sucesso na pecuária, tem experimentado êxito na produção agrícola, especialmente com a incorporação da soja. Esta diversificação tem sido uma peça-chave para impulsionar a prosperidade dos produtores na região, mostrando que a Colônia de Castrolanda é um verdadeiro caldeirão de tradições holandesas e inovações brasileiras.

Um pouco de agricultura

Na atividade agrícola, a Fazenda Fini não se restringe apenas à pecuária de leite; ela também assume um papel proeminente na produção agrícola, notadamente no cultivo de soja. Esse empreendimento não apenas contribui para a diversificação das atividades, mas também desempenha um papel crucial no aumento da produtividade regional.

A estratégia da fazenda vai além do simples plantio; ela abraça firmemente o compromisso com o aprimoramento genético das culturas, visando melhorar as características das plantas e promover uma produção mais eficiente e sustentável.

Sucessão

A perpetuação familiar representa o alicerce para Hans, que, atentamente, busca inovações tanto no âmbito nacional quanto internacional. Visando uma transição geracional harmoniosa, o empresário está gradativamente se preparando para a sucessão em sua propriedade. No contexto da sucessão, Hans pode contar com a participação ativa de dois filhos e um genro, todos envolvidos de maneira especializada nos diferentes aspectos da propriedade.

Foto: Redes Sociais

O envolvimento familiar na gestão se traduz em uma distribuição estratégica de responsabilidades. Um dos filhos de Hans demonstra uma inclinação marcante pela pecuária, dedicando-se com entusiasmo à criação e ao cuidado dos animais, inclusive participando de exposições. Enquanto isso, o genro assume um papel preponderante na esfera agrícola, gerenciando eficientemente as atividades da lavoura e, ainda, demonstrando interesse pela alimentação dos animais. Por sua vez, o segundo filho exibe versatilidade ao desempenhar diversas funções na propriedade.

Prêmios e reconhecimento

Foto – AgroLeite

No coração dessa história de sucesso está a estrela do rebanho, a Vaca Fini Doorman Maaike 5768 TE. Essa magnífica representante do gado leiteiro contribuiu para a produtividade da fazenda, mas também se destaca nos circuitos de exposições. Seu pedigree notável e características genéticas fez a fazenda ganhar exemplares a tornam uma referência no setor.

Foto: Redes Sociais

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER