O queijo é um alimento que tem imensas variações, é adorado por imensas pessoas um pouco por todo o mundo!
queijo
Start-up que tem como objetivo combater o desperdício alimentar e não alimentar, pensou em tudo e vai ajudar a conservar o queijo.
Servir uma tábua de queijos a acompanhar um bom vinho é o aperitivo perfeito para celebrações em casa ou fora dela ou para um jantar a meio da semana.

A dúvida está em como guardá-lo e conservá-lo após ser aberto. A Phenixstart-up que tem como objetivo combater o desperdício alimentar e não alimentar, pensou em tudo e vai ajudar a conservar o queijo de modo a evitar, acima de tudo, o seu desperdício.

 

camembert cheese (cheese platter delicacies) groceries. Brie cheese top view.

 

SOBRE O QUEIJO – pegada hídrica: segundo a FAO, a pegada hídrica da produção de 1kg de queijo é de 5000L de água. Analogamente à pegada ecológica, a pegada hídrica está relacionada com o impacto do uso da água, ao contrário do uso da terra. A pegada hídrica é o indicador que analisa o uso direto e indireto da água do consumidor e produtor. É definida, então, pelo total do volume de água doce necessária para produzir um produto.

COMO CONSERVAR QUEIJO EM CASA? Antes de mais: conservar queijo no frigorífico é uma boa maneira de ajudar na sua durabilidade! Cada queijo pede um cuidado específico quer pela sua textura, categoria ou sabor. De seguida, a Phenix apresenta algumas propostas para conservação dos diferentes tipos de queijo:

QUEIJO FRESCO 

queijo fresco como o cottage, ricotta, feta, entre outros igualmente pertencentes a esta categoria, devem ser conservados num recipiente hermético e não na própria embalagem em que são comprados. Deve ser retirado o soro que o acompanha e colocá-lo, posteriormente, na parte mais fresca do frigorífico.

QUEIJO CURADO

Este tipo de queijo é aquele que conhecemos como seco, bem como o queijo alcanis, queijo cabra serrano, queijo castelo branco, entre outros. A sua durabilidade é tendencialmente maior que os outros queijos. Como passam por um processo de maturação mais longo, duram mais tempo. Devem ser conservados num recipiente bem fechado na zona menos fria do frigorífico. Os queijos curados, depois de abertos, aguentam até seis dias no frigorífico. Se permanecerem selados, aguentam até seis meses.

QUEIJO MEIO CURADO

queijo meio curado é aquele que não é demasiado seco, nem demasiado amanteigado. Queijos tal como o brie, o parmesão e o provolone são alguns desta categoria. Aconselhamos que seja conservado fora do frigorífico antes de ser aberto e no frigorífico depois de aberto. Deve ser guardado na zona menos fria do frigorífico num recipiente bem fechado. Os queijos meio curados podem ganhar um pouco de bolor. À primeira vista poderá parece estragado, mas basta retirar a parte mais bolorenta para o consumir. Depois de abertos, podem durar até três semanas no frigorífico.

O que fazer caso o queijo não seja todo consumido no momento?

O queijo é um alimento que pode ser congelado sem que o seu sabor seja afetado. Como fazê-lo da forma correta?

1º Cortar aos pedaços:

2º Enrolar em papel aderente

3º Fechar num saco de vácuo.

Depois de congelado é possível que a sua textura se modifique, pelo que a Phenix aconselha que o queijo seja utilizado em gratinados ou para derreter. Desta forma, o sabor vai manter-se tanto quanto seja possível.

Os queijos secos devem ser consumidos nos seis meses seguintes e os queijos mais amanteigados em dois meses. Estes últimos são mais propícios ao ganho de queimaduras pelo frio.

E como descongelar o queijo?

Depois de congelado, a maioria dos queijos perde a sua textura. Como indicado acima, a Phenix aconselha a utilização destes queijos em gratinados ou derretidos. Os queijos devem ser descongelados no frigorífico entre 24h a 48 horas antes do uso, tendo em consideração o seguinte:

  • O queijo só está totalmente descongelado quando não forem visíveis cristais de gelo;
  • O queijo ralado e fatiado deve ser descongelados apenas 24h antes do uso;
  • Quanto às fatias grossas, cubos ou blocos de queijo devem esperar até 2 dias para retomar a consistência original;

 

Deve ser descongelado apenas a quantidade de queijo necessária para aquele momento. No caso do queijo ralado, deve ser retirada a quantidade necessária e voltar a fechar o saco. Do mesmo modo, as fatias de queijo, separadas por papel-manteiga, devem ser removidas fatia a fatia. No entanto, caso o bloco de queijo tenha sido congelado por inteiro, o mesmo terá de ser descongelado por inteiro, pelo que aconselhamos que o o bloco seja cortado em cubos para se usar apenas a quantidade necessária. Depois de descongelado, deve ser consumido no máximo em dois dias.

Sobre os queijos creme: estes têm uma validade menor devido à presença de humidade que propícia o aparecimento de bactérias. Após a abertura da embalagem, aguentam aproximadamente duas semanas no frigorífico. No caso de aparecer bolor, não deverá ser consumido de todo.

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER