Para quem faz uso do leite integral, que possui maior teor de gordura em relação ao desnatado, ferver a bebida pode atrapalhar a digestão das gorduras.
leite
O leite integral é um alimento com alto valor nutricional, sendo seu consumo importante em uma dieta equilibrada.
O leite integral é um alimento saudável, sendo o seu consumo recomendado pelo Guia Alimentar para a População Brasileira — material cedido pelo Ministério da Saúde que incentiva a saúde e a boa alimentação, combatendo a desnutrição.

O alimento já foi alvo de diversas polêmicas midiáticas, tendo o consumo questionado por estar associado a problemas de saúde, como aumento da inflamação, alergias ou maior produção de muco e outras alegações.

Entretanto, é válido lembrar que a Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), juntamente com a Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN), emitiu um consenso sobre a importância da ingestão do leite em razão do seu valor nutricional. A bebida é considerada uma fonte de nutrientes que podem auxiliar na composição de uma alimentação balanceada e no crescimento saudável.

 

mulher com blusa amarela segurando um copo de leite

 

Com base em evidências científicas robustas e atuais, o consumo de leite deve ser preconizado justamente pela alta densidade nutricional, como boa fonte de proteínas, vitamina A e cálcio, principalmente. Salvo os casos de intolerância alimentar ou alergia aos componentes do alimento, não há motivo para se abster do seu consumo.

O leite costuma estar presente na primeira refeição do brasileiro, muitas vezes misturado ao café. Entretanto, para quem faz uso do leite integral, que possui maior teor de gordura em relação ao desnatado, ferver a bebida pode atrapalhar a digestão das gorduras.

O leite é uma emulsão, na qual as gorduras estão presentes em pequenas gotículas, dissolvidas por agentes emulsificantes naturais, conhecidos como fosfolipídios. Quando fervemos o leite, a elevação da temperatura separa a gordura das proteínas. Isso faz com que as gorduras condensem, se unam e formem uma espécie de película na parte superior, a famosa nata.

Entretanto, a gordura, quando já condensada e precipitada com uma parte de caseína, se torna mais difícil de ser digerida. Diferentemente disso, se você aquecer o leite a temperaturas mais baixas, até 65ºC (como pasteurização), evita que isso ocorra.

Se você desconfia que tomar o leite aquecido dificulta a sua digestão, algumas possibilidades seriam aquecer o leite em banho-maria ou ferver o leite destampado, mexendo de vez em quando com o garfo na parte superior.

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER