Não, o leite não brota de trás da prateleira do supermercado, mas raramente prestamos total atenção ao processo pelo qual ele passou para chegar lá, e muitos nem suspeitam disso.
A pecuária leiteira é muito mais do que ordenhar uma vaca.
A pecuária leiteira é muito mais do que ordenhar uma vaca.
Para produzir o leite que você serve no café da manhã, ou com o qual você prepara uma infinidade de pratos, muitos indivíduos, humanos e animais, e processos naturais e industriais, a mão de Deus e a mão do homem criando e trabalhando em uníssono, estiveram envolvidos.

O leite é um alimento insubstituível para os seres humanos, reconhecido por seu alto valor nutricional e que a maioria dos países incorporou em suas diretrizes de alimentação saudável, devido à sua importância em uma dieta equilibrada.

Esse reconhecimento global se baseia em sua capacidade de fornecer proteínas, gorduras, carboidratos, cálcio, minerais e vitaminas essenciais, contribuindo significativamente para o bem-estar e a saúde das pessoas, desde as primeiras horas de vida até as últimas.

A fim de abordar questões relacionadas ao setor de laticínios e promover o consumo em todo o mundo, para destacar sua importância e seus benefícios à saúde, a FAO estabeleceu o Dia Internacional do Leite em 1º de junho de 2001.

Um longo caminho para casa

A pecuária leiteira é muito mais do que ordenhar uma vaca. Entre 22 e 24 meses após o nascimento, e depois de uma gestação de 9 meses, uma vaca dá à luz pela primeira vez e se torna uma vaca leiteira. Até chegar a esse estágio, ela passa por diferentes períodos de cuidados e atenção exaustivos para garantir seu bem-estar absoluto.

O que essa vaca mãe produz excede em muito as necessidades de seu bezerro, por isso ela é ordenhada com cuidado, e o leite é armazenado e transportado para as fábricas de laticínios, onde é transformado nos produtos que todos nós consumimos, que são produzidos, processados e distribuídos sob rigorosos controles sanitários.

O desafio da pecuária leiteira é alcançar a máxima eficiência e, ao mesmo tempo, garantir o bem-estar dos animais. Isso envolve o fornecimento de alimentação, proteção, higiene e segurança adequadas, minimizando o estresse e, ao mesmo tempo, cuidando do meio ambiente e dos recursos naturais para garantir uma produção sustentável.

Brasil

O Brasil produz mais de 34 bilhões de litros por ano.
Cada vaca fornece entre 15 e 18 litros de leite por dia.
São consumidos cerca de 170 litros por pessoa por ano.
Aproximadamente 97% de sua produção de leite é comercializada no mercado interno.
Eles exportam 3% para países como Venezuela, China e Emirados Árabes Unidos.
Cerca de 25% do leite é usado para a produção de queijo.

Argentina

A Argentina produz mais de 12 bilhões de litros por ano.
Cada vaca produz entre 20 e 23 litros de leite por dia.
A população bebe cerca de 200 litros por pessoa por ano
80% de sua produção é comercializada no mercado interno
20% é exportado para o Brasil, Chile e Argélia.
35% desse leite é processado em vários tipos de queijo.

México

O México produz mais de 12 bilhões de litros de leite por ano.
Suas vacas leiteiras produzem entre 16 e 20 litros de leite por dia.
Elas consomem quase 130 litros por pessoa por ano.
O consumo interno é de cerca de 98%.
Dois por cento são exportados para os Estados Unidos, Guatemala e outros países.
Cerca de 20% do leite é processado em vários tipos de queijo.

Estados Unidos

Nos Estados Unidos, mais de 100 bilhões de litros são produzidos anualmente.
Cada vaca produz entre 30 e 35 litros por dia.
Cada americano consome aproximadamente 250 litros por ano.
85% da produção é comercializada no mercado interno.
Quinze por cento é exportado para países como México, Canadá e China.
Cerca de 50% é usado em vários tipos de queijo.

Europa (União Europeia)

A União Europeia produz mais de 160 bilhões de litros por ano.
Cada vaca produz entre 20 e 30 litros por dia.
Estima-se que haja aproximadamente 250 litros por ano por pessoa.
90% da produção é comercializada no continente.
Dez por cento é exportado para países como a China, os Estados Unidos e a Arábia Saudita.
Cerca de 45%  é processado em vários tipos de queijo.

Oceania (principalmente Austrália e Nova Zelândia)

A Oceania produz mais de 30 bilhões de litros por ano.
Cada vaca produz de 20 a 25 litros por dia.
Eles consomem aproximadamente 100 litros por ano por pessoa.
Aproximadamente 40% da produção é comercializada internamente.
Sessenta por cento é exportado para países como China, Japão e outros países do sudeste asiático.
Cerca de 35% é processado em vários tipos de queijo.

 

Valeria Hamann
eDairyNews

 

 

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

Vaso con leche

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER