Produtores de leite do Agreste e do Sertão de Pernambuco receberão um impulso significativo para fomentar a produção. O Governo de Pernambuco, através da Secretaria da Fazenda, anunciou na última semana (28) o decreto 56.323, que concede benefícios fiscais para a indústria local nas operações com leite e seus derivados.
" importância da bacia leiteira para a economia e a agropecuária do estado"
A medida visa estimular a produção e comercialização do leite, gerando emprego e renda e garantindo um produto de qualidade para os pernambucanos.

Raquel Lyra destacou a importância da bacia leiteira para a economia e a agropecuária do estado. Ela assegurou que a gestão está atenta às demandas dos produtores e que o decreto é um sinal de compromisso com os trabalhadores rurais. A expectativa é que a bacia leiteira e a produção local de laticínios no estado melhorem significativamente.

A primeira medida adotada pelo governo estadual segue o exemplo do estado do Ceará, que concede um crédito presumido de 95% sobre o saldo devedor resultante da saída de mercadorias industrializadas com o leite. A medida será replicada em Pernambuco, desde que 90% do insumo adquirido seja do produtor pernambucano e seja processado na indústria local. Esse benefício está condicionado à aquisição de leite de produtores rurais pernambucanos pelos fabricantes.

A segunda iniciativa concede isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas saídas internas de produtos derivados do leite, como queijo, requeijão e doce de leite, realizadas pelo produtor rural, resultante da fabricação artesanal.

O secretário da Fazenda, Wilson José de Paula, destacou que a isenção do ICMS contribui para o fortalecimento do setor leiteiro, “tornando Pernambuco mais competitivo e em igualdade aos estados vizinhos”.

Outras medidas ainda estão em discussão, incluindo a isenção na operação interestadual do leite in natura e a isenção da manteiga do produtor rural. Para o leite in natura, a proposta é autorizar o estado de Pernambuco a conceder isenção nas operações interestaduais para Sergipe e Alagoas com leite em estado natural.

Pernambuco é um dos maiores produtores de leite do Nordeste, com 27 municípios que formam a bacia leiteira do Agreste ao Sertão, somando cerca de 60 mil produtores, responsáveis pela produção de aproximadamente 2,3 milhões de litros por dia.

Veja também

Nunca se deve deixar os queijos abertos dentro do refrigerador porque as propriedades frias, porém secantes, destes aparelhos não são boas para o produto.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER