O preço do leite pago aos produtores registrou um aumento pelo terceiro mês consecutivo em janeiro de 2024, atingindo um aumento significativo de 5,0%
"No cenário internacional, as importações brasileiras de leite e derivados alcançaram o equivalente a 180 milhões de litros em fevereiro de 2024, um volume menor em comparação com o mês anterior, mas ainda assim 18,9% superior ao mesmo período do ano passado"
O preço do leite pago aos produtores registrou um aumento pelo terceiro mês consecutivo em janeiro de 2024, atingindo um aumento significativo de 5,0%. Segundo dados do Boletim Centro de Inteligência do leite, o preço médio nacional alcançou R$ 2,13 por litro.

No entanto, houve uma queda de 19,8% nos últimos 12 meses, refletindo a volatilidade e os desafios enfrentados pelo setor. Uma boa notícia para os produtores é a melhoria na relação de troca entre leite e ração. Em comparação com janeiro de 2023, foram necessários 40,8 litros de leite para adquirir 60 kg de ração, uma redução significativa em relação aos 43,9 litros do ano anterior.

De acordo com os dados do Centro de Inteligência do Leite, no varejo, o preço da cesta de lácteos teve um leve aumento de 1,2% em fevereiro de 2024. No entanto, nos últimos 12 meses, houve uma queda de 3,6%, contrastando com a inflação medida pelo IPCA, que registrou um aumento de 4,5%. O leite UHT liderou as altas mensais com 3,5%, enquanto o queijo apresentou uma queda de 0,6%.

No cenário internacional, as importações brasileiras de leite e derivados alcançaram o equivalente a 180 milhões de litros em fevereiro de 2024, um volume menor em comparação com o mês anterior, mas ainda assim 18,9% superior ao mesmo período do ano passado. Por outro lado, as exportações registraram um crescimento significativo de 112,5% em relação a janeiro de 2023, impulsionadas pelas vendas externas de creme de leite, atingindo um total de 17 milhões de litros equivalentes.

Apesar desse impulso nas exportações, a balança comercial de lácteos ainda apresenta um déficit de US$ 362 milhões no acumulado de 2024, correspondente a um volume de 145 milhões de litros de leite equivalentes. No mercado internacional, o preço do leite em pó integral sofreu a primeira queda desde agosto de 2023, sendo cotado a US$ 3.286 por tonelada em março de 2024. O leite em pó desnatado também viu uma redução em seu preço, atingindo US$ 2.640 por tonelada.

Veja também

“Diga-me o que você come e eu lhe direi quem você é”, do gastrônomo e jurista francês Brillat-Savarin, e “Nós somos o que comemos”, do

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Australia

Don’t cry for me Australia: como os laticínios da Austrália estão seguindo os passos da Argentina

O Brasil, em 2022, atingiu 885.000 toneladas métricas entre vários tipos de queijos tropicais e europeus.

Dados saborosos sobre o consumo e a produção de queijo em todo o mundo, que vão dar água na boca

Publicidade

Publicidade em tempos de crise: a estratégia que pode fazer a diferença entre o sucesso e a sobrevivência do seu negócio de laticínios

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER