Relatório do Rabobank sobre a produção de leite no Brasil.
leite

No final de 2022, os números de produção de leite do Brasil foram mais fracos

Após uma queda recorde de produção de 9% durante o primeiro semestre de 2022, a produção recuperou a um ritmo mais lento do que o esperado no segundo semestre do ano. O Rabobank estima que para o ano no seu conjunto, a produção diminuiu cerca de 5,9% em comparação com 2021, apesar dos dados oficiais preliminares sugerirem uma queda ainda mais acentuada.

A produção de leite crescerá apenas modestamente em 2023

Apesar de números comparáveis muito fracos, a produção de leite começou 2023 a um ritmo mais lento do que o esperado. A grave seca no sul do Brasil teve um impacto nos volumes de produção dessa região no primeiro trimestre de 2023. Entretanto, a forte chuva no sudeste teve um impacto negativo na produção de algumas áreas com acessibilidade rodoviária limitada.

Enquanto os preços do leite à saída da exploração aumentaram em Janeiro, reflectindo as preocupações da indústria transformadora com as perturbações relacionadas com o clima, é pouco provável que os preços à saída da exploração se repitam com os ganhos sustentados acentuados do ano passado.

Com as questões climáticas e preços mais suaves, o Rabobank estima que a produção de leite por volume irá avançar apenas 1,5% em 2023.

O agravamento do quadro macroeconómico pesa sobre a procura por parte dos consumidores

As condições económicas começaram a deteriorar-se no 2022, após as eleições presidenciais. O novo governo sinalizou um aumento das despesas e medidas limitadas para fechar o défice orçamental e aprovou uma grande lei no congresso para garantir a continuação do amplo programa de transferência de dinheiro em 2023.

Isto aumentou as incertezas relativas ao equilíbrio fiscal a longo prazo do Brasil e fez com que as taxas de juro subissem novamente. Como resultado, as projecções económicas foram revistas em baixa e espera-se que o PIB cresça apenas 0,6% em 2023 em comparação com 2,9% em 2022, com um maior risco de maior desemprego e uma tendência de inflação superior a 6%.

A procura interna enfraquece à medida que a economia abranda

Os primeiros dados preliminares sugerem que as vendas a retalho da maioria dos produtos lácteos continuaram a diminuir no primeiro trimestre de 2023, após uma contracção significativa em 2022.

Apesar da continuação do programa de transferência de dinheiro de BRL 600/mês (USD 115) por família, as vendas a retalho enfraqueceram com preços de retalho elevados e incerteza económica.

A forte inflação dos produtos lácteos continuou no primeiro trimestre de 2023, reflectindo em parte os preços mais elevados do leite à saída da exploração. As vendas de leite UHT deverão ter diminuído 5% em Janeiro de 2023, em comparação com o mesmo mês de 2022.

As importações permanecerão fortes no 2023

As importações deverão continuar a avançar no 2023, dado os preços globais estáveis ou ligeiramente mais elevados, os preços relativamente elevados do leite no Brasil, e o real brasileiro abaixo dos 5,30 por dólar americano. A Argentina e o Uruguai continuarão a ser os principais fornecedores.

No entanto, uma menor disponibilidade da Argentina e do Uruguai poderá fazer subir os preços e impedir um aumento das importações brasileiras.

Por enquanto, importações mais elevadas ajudarão a suavizar ainda mais a curva dos preços do leite no Brasil, à medida que a disponibilidade de leite aumenta.

 

Valeria Hamann, con información de Rabobank

 

Leia também: O que o novo consumidor quer e por que o leite e os produtos lácteos atendem a todos esses requisitos. – eDairyNews-BR ?‍?‍?‍??✨

 

 

Veja também

Claro que nem preciso contar que por trás dessa agenda tem um nome bem conhecido, cujas aplicações renderão, com toda certeza, rios de dinheiro para o onipotente investidor da agenda da Organização das Nações Unidas, ONU – Bill Gates.  O que tem de bom aí para nós? Provavelmente nada, e muito embora a abordagem seja “vendida” como sustentável e boa para o planeta, temo que para nós, humanos, não seja assim tão maravilhoso o caminho trilhado.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER