O vice-ministro disse que a China dá boas-vindas a empresas de laticínios de todos os países, incluindo os Estados Unidos, para expandir seus negócios no mercado chinês.
Laticínios, Turistas visitam o Bund em Shanghai no leste da China, em 30 de abril de 2023. (Xinhua/Xin Mengchen)
Turistas visitam o Bund em Shanghai no leste da China, em 30 de abril de 2023. (Xinhua/Xin Mengchen)
Beijing, 26 jun (Xinhua) — O vice-ministro chinês do Comércio, Wang Shouwen, reuniu-se com Krysta Harden, presidenta e CEO do Conselho de Exportação de Laticínios dos Estados Unidos, na terça-feira, trocando opiniões sobre os laços econômicos bilaterais e a cooperação comercial na produção de lacticínios e outros produtos agrícolas.

Wang, também representante de comércio internacional da China, disse que os Estados Unidos são a segunda maior fonte de importações de laticínios da China, chamando o comércio de laticínios entre os dois países de um excelente exemplo de cooperação mutuamente benéfica e vantajosa para todos.

O vice-ministro disse que a China dá boas-vindas a empresas de laticínios de todos os países, incluindo os Estados Unidos, para expandir seus negócios no mercado chinês.

Wang também expressou a esperança de colaboração de ambos os lados no estabelecimento de um ambiente político justo e propício à cooperação comercial e de investimento entre suas empresas.

As empresas de laticínios dos EUA atribuem importância significativa ao mercado chinês e estão dispostas a forjar parcerias de longo prazo com suas contrapartes chinesas, disse Harden.

O Conselho de Exportação de Laticínios dos EUA continuará a servir como uma ponte para melhorar a comunicação entre as empresas de laticínios em ambos os países e impulsionar a cooperação em comércio, investimento e tecnologias no setor, disse ela. Fim

 

 

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

Veja também

Os produtores de leite no Brasil enfrentam incertezas com os preços em baixa e as importações. Na análise do secretário-executivo do Sindicato da Indústria de Laticínios do Rio Grande do Sul, Darlan Palharini, a recuperação da cadeia produtiva vai depender da melhoria nos custos de produção.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER