Em meio a um cenário gastronômico cada vez mais saturado de opções convencionais, uma gelateria de Campo Grande tem se destacado por oferecer uma experiência única com gelatos de sabores inovadores.
Gelato. A iniciativa dos sabores diferentes surgiu com a criação feita especialmente para participar do Festival do Queijo em Rochedinho.
A iniciativa dos sabores diferentes surgiu com a criação feita especialmente para participar do Festival do Queijo em Rochedinho.
A iniciativa dos sabores diferentes surgiu com a criação do gelato sabor de gorgonzola com doce de leite, feito especialmente para participar do Festival do Queijo em Rochedinho.

Em meio a um cenário gastronômico cada vez mais saturado de opções convencionais, uma gelateria de Campo Grande tem se destacado por oferecer uma experiência única com sabores inovadores.

A gelateria Dellato com produção 100% artesanal tem sabores considerados diferentes, como de costela, queijo Nicola e doce de leite e até mesmo uma ousada combinação de linguiça de búfalo com abacaxi.

O casal de proprietários, André Machado, 39, e Wanessa Leite, 49, relembra como foi a jornada, e de onde surgiu a ideia de montar o empreendimento e fazer sabores exóticos.

O casal de proprietários, André Machado, 39, e Wanessa Leite, 49

Tudo começou em 2020 quando decidimos morar em Campo Grande e já tínhamos nossas profissões, mas queríamos algo nosso. Foi quando apareceu a oportunidade de comprar uma máquina de sorvete, e acreditamos nesse investimento, fizemos os cursos necessários antes de iniciar as vendas, e as coisas começaram a fluir”, relembra.

A iniciativa dos sabores diferentes surgiu com a criação do sabor de gorgonzola com doce de leite, feito especialmente para participar do Festival do Queijo em Rochedinho.

A gelateria Dellato com produção 100% artesanal tem sabores considerados diferentes

“Nós fomos convidados para participar do festival do queijo, estudamos e decidimos fazer o sorvete de queijo gorgonzola, e foi um sucesso, o pessoal adorou e hoje em dia somos carta marcada nesse evento”, relata.

A aceitação dos clientes é tanta, que a empresa já tem pontos de vendas em três cidades do Estado: Bonito, Bodoquena e Campo Grande.

“Temos apostado nessa negociação consignada. Em Bonito atendemos diversos hotéis e balneários, em Bodoquena também temos sócios de hotéis e resortes, em Campo Grande temos dois pontos de vendas, mas nosso objetivo é aumentar esse número”, diz.

Wanessa detalha a receptividade do público a cada lançamento. “É muito legal ver a interação com o público. Nós participamos de feiras e já temos clientes fixos, eles sempre ficam ansiosos quando há novidade nos sabores, e esse é nosso objetivo, transformar o gelato em uma experiência completa”, conclui. Em média a Dellato vende mais de 700 potes de gelato por mês e pretende aumentar esse número nos próximos meses.

Veja também

“Diga-me o que você come e eu lhe direi quem você é”, do gastrônomo e jurista francês Brillat-Savarin, e “Nós somos o que comemos”, do

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Australia

Don’t cry for me Australia: como os laticínios da Austrália estão seguindo os passos da Argentina

O Brasil, em 2022, atingiu 885.000 toneladas métricas entre vários tipos de queijos tropicais e europeus.

Dados saborosos sobre o consumo e a produção de queijo em todo o mundo, que vão dar água na boca

Publicidade

Publicidade em tempos de crise: a estratégia que pode fazer a diferença entre o sucesso e a sobrevivência do seu negócio de laticínios

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER