Programa beneficia 284 mil crianças e idosos na pobreza e extrema pobreza em todo o estado; leite é enriquecido com Ferro e vitaminas A e D.
A fórmula do leite fornecido pelo Programa Vivaleite é fortificada com Ferro e vitaminas A e D.
A fórmula do leite fornecido pelo Programa Vivaleite é fortificada com Ferro e vitaminas A e D.
No mês em que se comemora o Dia Mundial do Leite (1 de junho), o Governo do Estado de SP, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, presta contas sobre o maior programa de distribuição de leite pasteurizado e enriquecido do Brasil, o Vivaleite.

Ele foi criado para combater a anemia por deficiência de ferro em crianças e idosos de baixa renda que vivem em situação de vulnerabilidade social no Estado. Atualmente, beneficia 284 mil crianças e idosos, entregando 4,1 milhões de litros de leite por mês. Para tanto, são 607 prefeituras conveniadas, 1.500 entidades parceiras e 18 laticínios fornecedores.

EDAIRY MARKET | O Marketplace que Revolucionou o Comércio Lácteo

A fórmula do leite fornecido pelo Programa Vivaleite é fortificada com Ferro e vitaminas A e D. Ao consumir o leite enriquecido, crianças e idosos em vulnerabilidade saem das estatísticas de anemia do país. Para as crianças, o leite também auxilia no crescimento e desenvolvimento, fornece nutrientes essenciais e é uma fonte de hidratação. No caso dos idosos, o leite fortificado auxilia na saúde óssea e fornece proteínas importantes para a massa muscular.

Segundo estudo liderado pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), uma a cada três crianças de até sete anos sofre de anemia por deficiência de ferro no Brasil. A anemia ferropriva pode afetar a disposição de crianças e contribuir para seu isolamento, déficit de aprendizado e dificuldades no desenvolvimento intelectual, além de prejudicar o sistema imunológico.

Para ter acesso ao Vivaleite, idosos (acima de 60 anos) e famílias com crianças (de 6 meses até 6 anos) em vulnerabilidade social devem procurar o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) do seu município. No ano de 2024, houve o aumento da cota de cinco cidades, o que beneficiou 180 crianças com 2.700 litros de leite por mês.

 

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

Flasche mit Milch isoliert auf weißen Hintergrund, Freisteller

Veja também

Os produtores de leite no Brasil enfrentam incertezas com os preços em baixa e as importações. Na análise do secretário-executivo do Sindicato da Indústria de Laticínios do Rio Grande do Sul, Darlan Palharini, a recuperação da cadeia produtiva vai depender da melhoria nos custos de produção.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER