Entrega de 90 novilhas para 18 produtores faz parte do programa 'Roraima Mais Leite'.
Novilhas entregues pelo governo de Roraima — Foto: Fernando Oliveira/Secom/Divulgação
Novilhas entregues pelo governo de Roraima — Foto: Fernando Oliveira/Secom/Divulgação
O governo entregou 90 novilhas da raça Girolando para 18 produtores rurais de Roraima nessa sexta-feira (7). A iniciativa integra o programa “Roraima Mais Leite”, que visa fortalecer a cadeia produtiva de leite no estado.

O programa é coordenado pela Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação (Seadi), com participação do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Iaterr). As novilhas foram adquiridas pelo governo de uma associação de Minas Gerais.

Para fazer parte, os produtores precisam se encaixar em critérios como pertencer a agricultura familiar, ter rebanho inferior a 50 cabeças de gado e ter a propriedade regularizada junto a órgãos sanitários como a Agência de Defesa Agropecuária de Roraima.

“Os produtores beneficiados são agricultores familiares, aqueles que por ventura não tem condição de fazer a melhoria do rebanho, da genética do seu rebanho. O governo está adquirindo matrizes e fazendo uma declaração de uso. Esses produtores vão ficar responsáveis por esses animais é por um período de cinco anos e, posterior, eles podem ter o usufruto do leito porque é um patrimônio do estado”, explicou ao g1 o presidente do Iater, Marcelo Pereira.

Governador de Roraima, Antonio Denarium, no evento que lançou o programa 'Roraima Mais Leite' — Foto: Fernando Oliveira/Divulgação
Governador de Roraima, Antonio Denarium, no evento que lançou o programa ‘Roraima Mais Leite’ — Foto: Fernando Oliveira/Divulgação

De acordo com o secretário da Seadi, Márcio Granjeiro, todas as novilhas entregues tem um “alto padrão genético”. Isso, é “uma resposta para as demandas dos pequenos pecuaristas que já trabalham com leite em pequena escala e que querem potencializar as atividades.”

Dentro do plano de desenvolvimento do “Roraima Mais Leite”, existem algumas metas previstas. No momento, o governo trabalha na aquisição de 3 mil novilhas meio sangue da raça Girolando para melhorar a genética do rebanho.

Para os próximos passos, o governo deve realizar a melhoria das instalações nas propriedades, incluindo currais eficientes e sistemas de ordenhas modernos, e fomentar a promoção de cooperativas e associações para facilitar a comercialização e negociar melhores preços para os produtores.

Também estão previstos o estímulo ao investimento em tecnologias de manejo, nutrição e melhoramento do rebanho e promoção de cursos e treinamentos para capacitar produtores, garantindo práticas sustentáveis e maior produtividade.

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER