Ipardes afirma que menor captação contribuiu para o aumento no preço do leite.
Contribuíram para o comportamento desses preços a transição de safras da batata, menor captação de leite pelas unidades produtoras e o fim da colheita da maçã.
Contribuíram para o comportamento desses preços a transição de safras da batata, menor captação de leite pelas unidades produtoras e o fim da colheita da maçã.
Em maio, o Índice de Preços de Alimentos e Bebidas do Paraná registrou avanço de 1,03%. Os itens que apresentaram aumento foram batata-inglesa, leite integral e maçã. Já a banana-caturra e os feijões preto e carioca registraram queda.

A batata-inglesa aumentou 29,49%, já o acréscimo no leite integral foi de 7,12% e o preço da maçã cresceu 4,88%. Os municípios que registraram maiores aumentos da batata-inglesa foram Curitiba (37,99%), Maringá (36,91%), Ponta Grossa (28,24%), Cascavel (26,13%), Foz do Iguaçu (25,39%) e Londrina (23,02%).

Em relação as quedas, as maiores variações negativas verificadas em todo o Paraná foram de -22,10% na banana-caturra, -12,19% em feijão preto e -11,48% em feijão carioca. Regionalmente, o decréscimo no preço da banana foi de -31,09% em Maringá, seguida por Ponta Grossa (-24,62%), Curitiba (-22,93%), Londrina (-18,80%), Foz do Iguaçu (-18,44%) e Cascavel (-15,72%).

Segundo o o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, que faz o levantamento do Índice de Preços de Alimentos e Bebidas (clique aqui e leia na integra), a queda nesses itens resulta das condições de produtividade satisfatórias que favoreceram uma maior disponibilidade desses produtos nos supermercados.

Já o comportamento mensal dos preços dos 35 produtos avaliados contribuiu para a aceleração a um índice 0,47 ponto porcentual superior ao registrado em abril (0,56%) e 0,87 ponto porcentual maior que o índice de maio de 2023 (0,16%).

A variação mensal mais expressiva ocorreu em Londrina, com alta de 1,34%, seguido por Cascavel, 1,33%, Foz do Iguaçu, 1,30%, Ponta Grossa, 1,16%, Curitiba, 0,85% e Maringá, 0,20%.

 

 

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

 

A glass bottle filled with milk, standing on a clean white background

Veja também

A Danone afirma que está vendo um aumento na demanda por seus iogurtes de alta proteína e baixa caloria nos EUA, que atribui à febre pelos novos tratamentos estreitamente relacionados ao medicamento para diabetes Ozempic.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER