Informativo revela altas no leite UHT, creme de leite, queijo muçarela e leite em pó, na comparação com janeiro/2024
LÁCTEOS
"Só foi registrada queda no preço médio do leite condensado (-1,77%). Os resultados foram apresentados durante reunião da Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás nesta sexta-feira (1°/3)."
Foi divulgada nesta sexta-feira (1/3) a edição de fevereiro do Boletim de Mercado do Setor Lácteo Goiano. O levantamento, que compara os preços médios da cesta de derivados lácteos, observou um aumento em comparação com o mês anterior. Na média ponderada, a cesta apresentou variação positiva de 4,96%.

O preço médio com maior aumento foi o leite UHT integral (+10,23%). Na sequência, vieram: creme de leite a granel (+7,47%), queijo muçarela (+4,55%) e leite em pó integral (+4,47%). Só foi registrada queda no preço médio do leite condensado (-1,77%). Os resultados foram apresentados durante reunião da Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás nesta sexta-feira (1°/3).

O Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leonardo Rezende, destaca que o levantamento fornece uma referência para o comércio de produtos lácteos ao permitir a análise fundamentada das dinâmicas do mercado. “Essa transparência é fundamental para os agentes envolvidos na cadeia produtiva, contribuindo para decisões informadas e estratégias eficazes dentro do setor”.

Na edição de fevereiro do Boletim de Mercado do Setor Lácteo Goiano, é possível verificar também a variação mensal do índice de preços da cesta de derivados lácteos nos últimos 12 meses. Clique e acesse: https://www.agricultura.go.gov.br/files/2024/BOLETIMDOLEITE-Fevereiro2024.pdf

O informativo é uma parceria entre Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Secretaria-Geral da Governadoria (SGG), Instituto Mauro Borges (IMB), Secretaria de Estado da Economia, Sindicato das Indústrias de Laticínios no Estado de Goiás (Sindileite) e Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg).

Veja também

A Danone afirma que está vendo um aumento na demanda por seus iogurtes de alta proteína e baixa caloria nos EUA, que atribui à febre pelos novos tratamentos estreitamente relacionados ao medicamento para diabetes Ozempic.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER