Júri especializado avaliou 9 marcas de iogurte natural vendidas nas redes de supermercado; confira o ranking.
iogurte
Foram avaliadas 9 marcas de iogurte natural feitas com leite de vaca.

Iogurte natural leva basicamente dois ingredientes: leite e fermento. A versão natural, vendida em copinhos nos supermercados, às vezes leva um o outro ingrediente extra. Alguns produtos são mais firmes, outros bastante cremosos.

Tem iogurte mais azedinho e também de sabor levemente adocicado. Mas, afinal, o que se espera de um bom iogurte?

“O iogurte deve ter um nível de acidez mínimo, é um fator importante na avaliação do produto”, diz a mestre queijeira Heloísa Collins. “Outro fator importante é o que você sente como gordura ou como corpo na textura, um iogurte muito ralo não é tão interessante quanto um produto com um corpo pelo menos médio”.

 

Os jurados avaliaram sabor, textura e aparência de cada produto
Os jurados avaliaram sabor, textura e aparência de cada produto Foto: FELIPE RAU

 

Na aparência, as marcas avaliadas, às cegas, por um time de quatro jurados especializados, se mostraram bem parecidas. Já no quesito sabor e textura, quantas diferenças…

“Quando você pensa em iogurte, a impressão é que não vai ter muita diferença entre uma marca e outra”, explica o empresário e gelataio Marcio Ohta. “Mas tem uma diferença grande em termos de textura e de sabor, principalmente”.

Para o queijista Bruno Cabral foi muito bom encontrar essa diversidade de características nos produtos avaliados: “Encontramos sabores bastante diferentes e também iogurtes que carecem da acidez desejada no produto.”

 

Os jurados na porta da Mercearia Mestre Queijeiro, onde foi realizado o teste de Paladar. A partir da esquerda, o empresário e gelataio Marcio Ohta, a mestre queijeira Heloísa Collins, a queijista Mônica Resende e o queijista Bruno Cabral
Os jurados na porta da Mercearia Mestre Queijeiro, onde foi realizado o teste de Paladar. A partir da esquerda, o empresário e gelataio Marcio Ohta, a mestre queijeira Heloísa Collins, a queijista Mônica Resende e o queijista Bruno Cabral Foto: FELIPE RAU

 

As diferenças entre um produto e outro dão ao consumidor a possibilidade de eleger um sabor favorito entre as marcas disponíveis nas geladeiras dos supermercados. Mas um quesito é básico na escoha, segundo Bruno Cabral: “O iogurte precisa ser cremoso, pode ser um pouco mais líquido ou mais denso, o que ele não pode ser é gelatinoso, o que indica a presença de ingredientes que fogem da receita clássica do produto”.

A qualidade do leite também é um diferencial. Um iogurte feito com leite integral geralmente ganha em sabor e textura de outro elaborado com leites magros. “Um leite mais gorduroso vai render um produto com maior cremosidade”, atesta a queijista Mônica Resende.

O que os jurados levaram em conta na hora da prova

Durante o teste, realizado na Mercearia Mestre Queijeiro. os jurados provaram 9 marcas de iogurtes naturais. Eles avaliaram características como sabor, textura e aparência de cada um dos produtos em mais esta rodada de testes realizada por Paladar.

Abaixo você confere quais foram os campeões da semana e também as considerações dos jurados a respeito de cada uma das marcas avaliadas. No vídeo que acompanha este texto você confere depoimentos e cenas dos bastidores do teste.

As melhores marcas de iogurte natural

  • PRIMEIRO LUGAR – DANONE
  • SEGUNDO LUGAR – LEITÍSSIMO
  • TERCEIRO LUGAR – ATILATTE

 

As 9 marcas avaliadas pelos jurados convidados por Paladar
As 9 marcas avaliadas pelos jurados convidados por Paladar Foto: FELIPE RAU

As 9 marcas na avaliação dos jurados listadas em ordem alfabética

  • ATILATTE (R$ 4,39, embalagem com 170 g) O produto que levou o terceiro lugar no ranking de Paladar apresentou bom sabor e acidez equilibrada. Aparência grumosa e brilhante, textura firme, consistência cremosa e sabor de leite bem presente.
  • BATAVO (R$ 2,99, embalagem com 170 g) O iogurte foi avaliado como de textura firme, sem cremosidade e muitos grumos. Sabor neutro, sem residual.
  • DANONE (R$ 3,99, embalagem com 160 g) O nosso campeão da vez apresentou boa textura, aparência brilhante, cremosidade na medida, acidez equilibrada e sabor delicado, com bastante presença de leite.
  • DELICARI (R$ 7,29, embalagem com 170 g) Um produto de boa textura e aparência, porém praticamente sem acidez e levemente gorduroso.
  • FAZENDA BELA VISTA (R$ 2,99, embalagem com 170 g) Um produto com muita pouca acidez, boa textura e pouco sabor de leite.
  • ITAMBÉ (R$ 3,29 , embalagem com 170 g) Um iogurte de textura mais líquida, cremoso, uniforme e sem grumos. Sabor equilibrado e baixa acidez.
  • LEITÍSSIMO (R$ 4,69, embalagem com 170 g) O segundo colocado conquistou os jurados pela textura cremosa e sabor equilibrado, com um leve dulçor. O produto ainda ganhou pontos por ser um iogurte brilhante e com bom corpo.
  • NESTLÉ (R$ 3,49, embalagem com 170 g) Os jurados acharam a textura do iogurte muito líquida e o sabor um tanto ácido demais.
  • VIGOR (R$ 3,29, embalagem com 150 g) O iogurte foi avaliado como de sabor ácido, textura firme e grumosa. Pareceu mais “magro” que os demais produtos.

 

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER