A Bahia recebeu um total de 15 medalhas e uma delas foi para a Queijaria Artesanal do distrito de Barreiros
Riachão
“Isso é muito importante para qualquer queijaria do mundo grande ou pequena para se ter uma ideia somente 10% dos produtos são premiados e nós com muito orgulho ficamos entre as melhores queijarias do mundo, fomos premiados concorrendo internacionalmente”
A Queijaria Artesanal Produzir Preservar que fica localizada no distrito de Barreiros, em Riachão do Jacuípe, foi contemplada recentemente com o Selo SIM, um selo de Inspeção Municipal.
Foto: Reprodução/Instagram

O concurso de queijos e produtos lácteos aconteceu de 12 a 14 de abril, no grande salão do Teatro B32, na Avenida Faria Lima em São Paulo.

O Mundial do Queijo do Brasil também premiou 598 queijos e produtos lácteos com diferentes medalhas. Foram 99 medalhas do prêmio máximo do Super Ouro, 149 de Ouro, 150 de Prata e 200 de Bronze.

Foto: Reprodução

1900 produtos foram avaliados por 300 jurados que se organizaram em mesas espalhadas pelo Teatro B32, na 3ª edição do Mundial do Queijo do Brasil.

O site Interior da Bahia conversou com Eduardo Emídio, que ao lado da esposa e seu filho comandam a Queijaria Artesanal no distrito de Barreiros, em Riachão do Jacuípe, no interior da Bahia.

“Isso é muito importante para qualquer queijaria do mundo grande ou pequena para se ter uma ideia somente 10% dos produtos são premiados e nós com muito orgulho ficamos entre as melhores queijarias do mundo, fomos premiados concorrendo internacionalmente”.

Foi uma satisfação enorme participar de um evento nesta grandiosidade, no Mundial do Queijo, os produtos são degustados por 90 pessoas do mundo inteiro e dão nossa nota.

Foi a nossa primeira vez participando a nível mundial, no ano passado fomos premiados do 17º Encontro Nordestino do Setor de Leites e Derivados, o ENEL, na oportunidade também fomos premiados com medalhas, 1 Medalha Super Ouro com o Iogurte de Umbu, feito com Leite de Vaca; 1 de Ouro com o Iogurte de Umbu, feito com Leite de Cabra; 1 de Ouro com o Iogurte de Coco, feito com Leite de Vaca; 1 de Bronze com a Manteiga, feita com Leite de Cabra e 2 Medalhas de Prata com o Queijo, feitos com Leite de Vaca e de Cabra, mas desta vez consideramos que a conquista, ou melhor, o reconhecimento da nossa dedicação diária foi muito além, são anos de dedicação e agora começam a chegar os frutos, compartilhou conosco Eduardo, um pouco das suas emoções, em nome de toda equipe.

Veja também

“Diga-me o que você come e eu lhe direi quem você é”, do gastrônomo e jurista francês Brillat-Savarin, e “Nós somos o que comemos”, do

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Australia

Don’t cry for me Australia: como os laticínios da Austrália estão seguindo os passos da Argentina

O Brasil, em 2022, atingiu 885.000 toneladas métricas entre vários tipos de queijos tropicais e europeus.

Dados saborosos sobre o consumo e a produção de queijo em todo o mundo, que vão dar água na boca

Publicidade

Publicidade em tempos de crise: a estratégia que pode fazer a diferença entre o sucesso e a sobrevivência do seu negócio de laticínios

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER