O Brasil, famoso por sua rica diversidade cultural e culinária, agora brilha também no cenário internacional de sorvetes.
Além de seus sorvetes excepcionais, essas sorveterias desempenham um papel importante no turismo gastronômico do Brasil.
Além de seus sorvetes excepcionais, essas sorveterias desempenham um papel importante no turismo gastronômico do Brasil.
O Brasil, famoso por sua rica diversidade cultural e culinária, agora brilha também no cenário internacional de sorvetes.

No ranking “Os 100 Sorvetes Mais Icônicos do Mundo” da TasteAtlas, duas empresas brasileiras ganharam destaque: a Cairu, de Belém (PA), e a Da Ribeira, de Salvador (BA). A Sorveteria Cairu, um ícone regional do Pará, conquistou a 39ª posição no ranking global.

Fundada em 1964, em Belém, pelo casal Armando e Ruth Laiun, a Cairu é celebrada por seus sabores únicos, como o açaí como carro-chefe. Conhecida pelo equilíbrio perfeito entre doçura e acidez, a Cairu já foi premiada anteriormente, incluindo a 32ª posição no Festival Mundial do Gelato.

Seu nome referência ao sapo japonês kaeru, conhecido como sapo da sorte. Atualmente, a empresa trabalha com uma produção mensal que varia de quatro a cinco toneladas de massa, podendo chegar a oito em épocas como o verão.

Cairu é sinônimo de sabor e qualidade
Cairu é sinônimo de sabor e qualidade.

 

Em Salvador, a Sorveteria Da Ribeira garantiu a 74ª posição na lista da TasteAtlas. Fundada em 1931, a Da Ribeira é uma parada obrigatória tanto para moradores quanto para turistas em busca do autêntico sabor brasileiro.

Seu sabor tapioca, feito com farinha de tapioca genuína misturada com gelato cremoso, é o grande destaque, oferecendo uma deliciosa combinação de sabores e texturas.

A Sorveteria da Ribeira é a segunda mais antiga de Salvador – atrás apenas da Cubana, aberta um ano antes. Hoje a marca tem 66 sabores no cardápio, mas já chegou a ter mais de 70. Além dos de fruta e derivados do leite, o estabelecimento também conta com produtos diet e light.

A Sorveteria da Ribeira foi fundada em 1931 e é a segunda mais antiga da Bahia — Foto: Itana Alencar/g1
A Sorveteria da Ribeira foi fundada em 1931 e é a segunda mais antiga da Bahia — Foto: Itana Alencar/g1
Além de seus produtos excepcionais, essas sorveterias desempenham um papel importante no turismo gastronômico do Brasil. Utilizando ingredientes tradicionais como açaí e tapioca, elas não apenas deliciam o paladar, mas também proporcionam uma experiência cultural rica aos visitantes.

Através de seus sabores autênticos, as sorveterias Cairu e Da Ribeira permitem que os clientes conheçam e desfrutem das tradições culinárias brasileiras.

 

 

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER