Especialista explica que, devido as altas temperaturas, animais deixam de se alimentar e produzem menos leite.
Temperaturas. Quanto ao preço do leite pago ao produtor, houve uma alta de 2,87% neste mês, em comparação com a média de abril.
Quanto ao preço do leite pago ao produtor, houve uma alta de 2,87% neste mês, em comparação com a média de abril.
As altas temperaturas têm afetado a criação de gado de leite, no noroeste do estado.

Com os termômetros ultrapassando os 30°C e sem chuvas consistentes há 30 dias, os impactos chegam até a produção de leite.

De acordo com o produtor Elson Tamaio Júnior, por conta da falta de água no solo, nesse momento, há dificuldade em fazer o chamado “volumoso” das vacas, isto é, em fornecer um alimento de qualidade.

“Além disso, os animais estão deixando de beber água e comer para ficar na sombra. Isso impacta em uma redução de 15 a 20% na produção de leite”, diz o produtor.

Quanto ao preço do leite pago ao produtor, de acordo com o Departamento de Economia Rural (SEAB-PR), houve uma alta de 2,87% neste mês, em comparação com a média de abril. Em comparação com o mesmo período de 2023, houve uma redução no valor, de 15,3%.

 

Herd of Cattle Standing on Dry Grass Field

Veja também

Nunca se deve deixar os queijos abertos dentro do refrigerador porque as propriedades frias, porém secantes, destes aparelhos não são boas para o produto.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER