Produtos são concorrentes no Oitavo Concurso de Queijos e Outros Lácteos, realizado na Agrinordeste.
Produtos são concorrentes no Oitavo Concurso de Queijos e Outros Lácteos, realizado na Agrinordeste
Produtos são concorrentes no Oitavo Concurso de Queijos e Outros Lácteos, realizado na Agrinordeste
Laticínios pernambucanos foram premiados no Oitavo Concurso de Queijos e Outros Lácteos, em evento realizado na última sexta-feira (31), em Garanhuns.

O Laticínio Queijo Nobre, localizado no município de Venturosa, foi o campeão dessa edição ao alcançar o 1º lugar na competição. Os segundo e terceiro lugares foram para os laticínios Leite Nobre e Queijo Buíque. Entre os vencedores, o Laticínio Valelac, de Pedra, arrebatou três colocações.

Ao todo, foram 21 premiações em sete categorias: Queijo Coalho Industrial, Queijo Coalho Artesanal, Iogurte, Queijo de Manteiga, Doce de Leite Pastoso, Manteiga e Produto Inovação.

Segundo o consultor técnico do concurso e autor da página no Instagram, Pingos de Leite, Moshe Dayan, uma comissão julgadora formada por especialistas analisou aspectos visuais e sensoriais do produto, como: apresentação comercial, consistência, odor, textura e sabor. Essas avaliações aconteceram durante a feira Agrinordeste.

O concurso é promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Pernambuco (Faepe), em parceria com o com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Pernambuco (Sebrae-PE).

Na ocasião, o presidente da Faepe, Pio Guerra, enfatizou a importância da pecuária leiteira, afirmando que a iniciativa não apenas fortalece a produção local de leite, mas também amplia as oportunidades de mercado para os participantes.

A entrega das premiações reuniu produtores, consultores do Sebrae e lideranças de Sindicatos Rurais, além do vice-prefeito de Buíque, Túlio Monteiro.

 

 

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

 

Set of triangular cheese pieces isolated on white background

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER