Objetivo é fomentar relação bilateral que beneficie, da embaixada da França, em especial o segmento de laticínios do Estado.
França
Bénédicte e Maria Clara conhecerão as instalações de uma indústria especializada em queijos artesanais e uma empresa láctea goiana.
Nesta quarta-feira (7/2), o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), recebe a adida agrícola adjunta da Embaixada da França no Brasil, Bénédicte Béneult, e Maria Clara Oliveira, gerente de Negócios Pecuários da BusinessFrance Brasil.

O objetivo é fortalecer laços e promover a cooperação econômica e agropecuária bilateral entre Goiás e a França. O titular da Seapa, Pedro Leonardo Rezende, acompanhará as visitantes, juntamente com a equipe da pasta, em uma visita de três dias ao estado, buscando apresentar o potencial produtivo lácteo goiano.

Com a recepção no dia 7, Bénédicte e Maria Clara conhecerão as instalações de uma indústria especializada em queijos artesanais e uma empresa láctea goiana. No dia 8, será realizada visita de campo à Fazenda Céu Azul, uma das maiores produtoras de leite do país. Para fechar a passagem por Goiás, serão apresentadas as instalações industriais de uma das maiores indústrias do segmento lácteo de Goiás.

Serviço

Membro da Embaixada da França visita Goiás

Programação:
7/2 (quarta-feira)
9h Visita à Fazenda e Queijaria Serra do Bálsamo (Zona Rural, Guapó – GO, 75350-000).
14h – Visita ao Frigorífico Beauvallet Brasil, Rod. 222 Km 4 (Zona Rural, Inhumas – GO, 75401-530).

8/2 (quinta-feira)
8h30 Visita de campo à Fazenda Céu Azul – Zona Rural de Silvânia-GO.
14h – Visita à Fábrica Itambé, localizada na Av. Manchester, 2389 – Jardim Novo Mundo, Goiânia – GO, 74703-010.

9/2 (sexta-feira)
09h Visita à indústria Piracanjuba (Rodovia GO-020, km 46, s/n (Zona Rural, Bela Vista de Goiás – GO, 75240-000).

Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – Governo de Goiás

Veja também

Embora o vírus até agora não tenha mostrado nenhuma evidência genética de adquirir a capacidade de se espalhar de pessoa para pessoa, as autoridades de saúde pública estão monitorando de perto a situação da vaca leiteira como parte dos esforços gerais de preparação para a pandemia.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER