Pesquisadores fazem alerta sobre o risco de transmissão do vírus da gripe aviária com o consumo de leite sem pasteurização.
rs. gripe aviária
rs. gripe aviária
Um estudo publicado na sexta-feira (24/5), no New England Journal of Medicine, mostra evidências de que o leite cru – sem pasteurização – contaminado com o vírus da gripe aviária (H5N1) pode transmitir a doença para ratos.

A descoberta, feita por pesquisadores da Universidade de Wisconsin-Madison e do Laboratório de Diagnóstico Médico Veterinário Texas A&M, ambos nos Estados Unidos, sugere que o consumo de leite não pasteurizado não é seguro para humanos, especialmente em um momento de aumento de casos de gripe aviária.

Eles fazem um alerta para que as pessoas deem preferência ao consumo do leite pasteurizado – aquecido para eliminar microrganismos causadores de doenças.

No Brasil, a venda de leite cru é proibida em todo o território nacional devido ao risco de proliferação de bactérias causadoras de doenças, como a tuberculose, brucelose, listeriose, salmonelose, yersiniose, campilobacteriose, infecção por Escherichia coli, entre outras.

Estudo com ratos

No estudo norte-americano, cinco ratos foram alimentados com gotas de leite cru de gado infectado. Já no primeiro dia, os animais apresentaram sintomas da doença, incluindo letargia.

Altos níveis do vírus foram encontrados nas vias e órgãos respiratórios dos ratos (nariz, traqueia e pulmões). Níveis moderados a baixos de vírus estavam presentes em outros órgãos.

Os pesquisadores também observaram que os níveis do vírus da gripe aviária caíram lentamente no leite cru armazenado em temperaturas de refrigeração.

 

Imagem colorida mostra galinhas em granja - Metrópoles
Vírus H5N1, da gripe aviária, é mais frequente em pássaros, mas ocorre também em mamíferos

Preocupação com a gripe aviária

Os Estados Unidos confirmaram, na quarta-feira (22/5), a segunda infecção humana. O caso ocorreu em Michigan, onde um trabalhador que lidava com vacas leiteiras infectadas pelo vírus contraiu a doença.

O primeiro caso foi registrado no Texas, no final de março, também em um trabalhador que lidava com gado leiteiro. Os dois apresentaram sintomas leves, como conjuntivite.

O que é a gripe aviária?

A gripe aviária A (H5N1) foi detectada pela primeira vez em 1996. Desde 2020, no entanto, o número de surtos em aves cresceu exponencialmente, assim como a quantidade de mamíferos infectados. Autoridades temem que a gripe aviária passe a ser transmitida entre humanos.

Veja também

Espera-se que a indústria de laticínios adote continuamente o desenvolvimento de novas forças produtivas de qualidade, como uma tentativa de alcançar uma transformação positiva sob circunstâncias no novo estágio de desenvolvimento, disse Li Pengcheng, presidente executivo da gigante chinesa de laticínios Mengniu Group.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER