Indústria conquistou o Concurso de Melhor Queijo e Produtos Lácteos, se destacando entre as marcas mais premiadas internacionalmente neste segmento.
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina – FIESC Gerência de Comunicação Institucional e Relações Públicas. Pomerode
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina – FIESC Gerência de Comunicação Institucional e Relações Públicas
A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) homenageou na sexta-feira, dia 17, a Pomerode Alimentos pela conquista do Concurso de Melhor Queijo e Produtos Lácteos.

Dona da marca Vermont, a indústria catarinense levou ao Mundial do Queijo do Brasil uma de suas mais recentes criações, o queijo Morro Azul. Foram avaliados 1,9 mil produtos por 300 jurados.

Nome Morro Azul homenageia um dos símbolos da cidade de Pomerode. Foto: Divulgação

O evento é promovido pela Associação SerTãoBras, associação de produtores de queijos artesanais, em parceria com a Guilde Internationale des Fromagers – Confrerie de Saint Uguzon – Italia, uma das maiores associações de queijeiros do mundo, presente em mais de 40 países.

Queijo criado pela Pomerode Alimentos é suave e cremoso, livre de lactose. Foto: Divulgação

“A Pomerode Alimentos, apesar de muito nova, tem se destacado em concursos internacionais. Agregar valor ao produto de nosso estado, criando marcas fortes, é um diferencial que exige qualificação e persistência, mas constitui passo decisivo para o triunfo e a perenidade nos negócios”, destacou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, ao entregar a homenagem aos empresários e irmãos Juliano Mendes e Bruno Mendes.

Queijo criado pela Pomerode Alimentos é suave e cremoso, livre de lactose. Foto: Divulgação

Eles já estiveram no Espaço Indústria, da FIESC, contando um pouco da história da Pomerode Alimentos. Suas criações estão entre as mais premiadas do mundo. “A ideia de criar o queijo foi do Bruno. Queríamos um queijo com características locais, que não copiasse nenhum outro queijo de países tradicionais europeus, como Suíça ou França, e esse queijo tem nos trazido grandes reconhecimentos”, contou Juliano, citando ainda prêmio conquistado na Europa no final de 2023 e que destaca o queijo Morro Azul como o melhor da América Latina, dentre 4 mil produtos avaliados.

O nome Morro Azul homenageia um dos símbolos da cidade de Pomerode. Após passar por um processo de produção voltado para a retenção de umidade, sempre com o objetivo de conferir alta cremosidade ao queijo, ele é salgado e posteriormente envolto em uma cinta de madeira, que garante estrutura e ajuda na composição do aroma e sabor. O Morro Azul é um queijo suave e cremoso, livre de lactose, que é eliminada naturalmente na produção de queijos maturados, e sem adição da enzima lactase.

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina – FIESC
Gerência de Comunicação Institucional e Relações Públicas

Veja também

A Danone afirma que está vendo um aumento na demanda por seus iogurtes de alta proteína e baixa caloria nos EUA, que atribui à febre pelos novos tratamentos estreitamente relacionados ao medicamento para diabetes Ozempic.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER