A cidade de Coronel Xavier Chaves promove novamente o evento que promete agitar a região e o mundo queijeiro e cachaceiro do estado
"o evento tem como objetivo não só a celebração desses dois pilares da nossa cultura gastronômica, mas também o estímulo e aperfeiçoamento do empreendedorismo e do turismo na região"
Embalado com o sucesso da primeira edição no ano passado, o 2º Festival do Queijo e da Cachaça do Campo das Vertentes irá ocorrer entre os dias 2 e 5 de maio, trazendo programação rica e variada, no intuito de celebrar e valorizar esses dois grandes produtos, símbolos da região e do estado de Minas Gerais.

Realizado na charmosa praça central da bucólica Coronel Xavier Chaves, cidade vizinha a São João del Rei e Tiradentes, o evento terá uma programação voltada não só para os amantes do queijo e da cachaça, mas também para os profissionais que atuam na área.

Além das exposições com degustações, feirinha de produtores, oficinas, palestras, praça de alimentação com comidas típicas, shows e apresentações culturais, o festival oferecerá cursos avançados para produtores e também básicos, para aqueles que pretendem se aventurar nesse universo tão especial e cada vez mais procurado.

A grade de cursos contará novamente com participação internacional, dessa vez com a professora francesa Delphine Géhante, da escola Enilbio, da comuna de Poligny.

Fruto de parceria entre a Prefeitura Municipal e o Sebrae-MG – e participação da SerTãoBrás nos cursos – o evento tem como objetivo não só a celebração desses dois pilares da nossa cultura gastronômica, mas também o estímulo e aperfeiçoamento do empreendedorismo e do turismo na região.

História e tradição seculares

Quando os portugueses desembarcaram na região no sec. XVIII, trouxeram consigo não só o desejo de uma vida nova em busca do ouro, mas também o saber fazer de uma série de produtos alimentícios, como o queijo e bebidas destiladas.

Encontraram condições favoráveis, fizeram adaptações para a nova realidade e assim começaram a escrever um capítulo importantíssimo da história gastronômica do Brasil. Registros históricos apontam para o surgimento da produção do Queijo Minas Artesanal (QMA) no entorno de São João del Rei, receita essa que migrou para a região da Serra da Canastra, ganhando posteriormente fama nacional e internacional.

Já em relação à cachaça, destaca-se o curioso fato de que o município de Coronel Xavier Chaves abriga o alambique em atividade mais antigo do Brasil, cuja família descende do líder da Inconfidência Mineira e herói nacional, o Alferes Tiradentes.

Inovação e sucesso internacional

Apesar da forte característica histórica e tradicional dos métodos de fabricação de ambos produtos, os produtores do Campo das Vertentes vêm se destacando pelo aperfeiçoamento dos processos, cada vez mais profissionais, tecnológicos e adequados do ponto de vista das boas práticas de fabricação e segurança alimentar.

Fator que tem contribuído para o crescente sucesso dos produtos, não só de vendas, mas também de premiações em concursos nacionais e internacionais. De acordo com Teresa Boari, presidente da AQMAV (Associação dos Produtores de Queijos Artesanais de Minas do Campo das Vertentes), cuja sede é em Coronel Xavier Chaves, “a região tem uma peculiaridade interessante no que diz respeito ao perfil de produtores de queijo, que em sua grande maioria migraram de profissão.

Saíram dos grandes centros e retornaram para suas origens, promovendo um resgate das tradições, porém, com uma mente mais aberta à aplicação de novos conceitos e técnicas de produção. E também na forma de comercialização, que hoje também se dá através de um turismo rural de experiência cada vez mais pujante e estruturado.”

Beber, comer e passear

Além da possibilidade de degustar os melhores queijos e cachaças do Brasil (e, por que não, do mundo?!), de conhecer de perto os produtores e aproveitar de todas as atrações do festival, os visitantes ainda terão a oportunidade de passear e até mesmo se hospedar nas cidades vizinhas, como Tiradentes, São João del Rei, Resende Costa, Prados, etc, haja vista a proximidade entre elas.

Além da diversidade, riqueza e estruturação turística, o Campo das Vertentes ainda tem o privilégio de estar muito bem localizado entre três grandes centros do país: Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo.

Serviço

2º Festival do Queijo e da Cachaça das Vertentes

Quando: 2 a 5 de maio

Onde: Praça central de Coronel Xavier Chaves-MG

Ingressos: entrada livre e gratuita (alguns cursos e oficinas precisam de inscrição – vide programação)

Programação: www.sympla.com.br/evento/2-festival-do-queijo-e-da-cachaca-das-vertentes/2415975

Veja também

Nunca se deve deixar os queijos abertos dentro do refrigerador porque as propriedades frias, porém secantes, destes aparelhos não são boas para o produto.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER