Pecuaristas alertaram os consumidores de leite nesta semana para o fato que muitas vezes não chega ao conhecimento do grande público.
Diferença entre o valor pago pelos laticínios, na porteira da fazenda, e os preços nas gôndolas dos supermercados disparou / Agência Brasil
Diferença entre o valor pago pelos laticínios, na porteira da fazenda, e os preços nas gôndolas dos supermercados disparou / Agência Brasil
Segundo produtores de leite ligados à Associação dos Criadores de Gado Holandês (Gadolando), a diferença entre o valor pago pelos laticínios, na porteira da fazenda, e os preços nas gôndolas dos supermercados disparou, chegando a quase 200%.

Enquanto as indústrias remuneram o produtor com R$ 2,43, em média/litro, o alimento já pode ser encontrado por até R$ 7,00 no varejo.

EDAIRY MARKET | O Marketplace que Revolucionou o Comércio Lácteo

Formada por pecuaristas do Rio Grande do Sul, uma das maiores bacias leiteiras do Brasil, a Associação reconhece que os laticínios têm custos com transporte e industrialização do produto. Porém, essa diferença extrema entre o preço pago pelo consumidor e o valor recebido pelo produtor está prejudicando a produção.

“É inaceitável que, enquanto o consumidor paga quase R$ 7,00 por litro, o preço de referência para os produtores no Estado seja de apenas R$ 2,43, com raríssimos atingindo R$ 3,00”, completou Tang.

 

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

Veja também

Conheça As Variedades E Benefícios Para A Saúde E O Bem-Estar dos queijos.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER