Produtores de 13 regiões do estado contabilizaram R$ 470 mil em negócios gerados.
Queijo, Ao todo, produtores de 13 regiões de Minas Gerais participaram do festival
Ao todo, produtores de 13 regiões de Minas Gerais participaram do festival.

A 6ª edição do Festival do Queijo Artesanal de Minas Gerais atingiu a marca de cinco toneladas de produtos comercializados, número recorde na história do evento. A quantidade é superior às quatro toneladas comercializadas em 2023. De acordo com o Sistema Faemg Senar e o Sebrae Minas, organizadores do evento, a edição deste ano atraiu mais de 17 mil visitantes e gerou R$ 470 mil em vendas. O festival aconteceu entre os dias 15 e 17 de junho, no Expominas, em Belo Horizonte.

Estado reconhece requeijão moreno como queijo artesanal de Minas Gerais – eDairyNews-BR

Pelo terceiro ano consecutivo, o queijo da Mantiqueira de Minas foi eleito pelo público o ‘Melhor Queijo do Festival’. Mais de 200 pessoas participaram da degustação às cegas.

A disputa foi entre os queijos artesanais das 13 regiões produtoras do estado que participaram desta edição do evento: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Diamantina, Entre Serras da Piedade ao Caraça, Serra do Salitre, Serras da Ibitipoca, Serro, Triângulo Mineiro, Serra Geral, Alagoa e Mantiqueira.

“O festival se destaca como uma vitrine dos queijos artesanais e se confirma como uma oportunidade para produtores estabelecerem contato direto com os consumidores. Também se tornou um espaço para troca de informações, experiências e parcerias, estimulando a geração de novos negócios”, afirma o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Marcelo de Souza e Silva.

Uma das novidades desta edição do evento foi a realização do 1º Encontro de Mulheres do Queijo, em que mais de 100 produtoras, pesquisadoras e comerciantes tiveram a oportunidade de trocar experiências e conhecimentos sobre o mercado e a cadeia produtiva do queijo.

Além do queijo

Durante o evento, também foram comercializados 6.017 pratos que utilizaram como ingrediente principal 153 quilos de queijo. Os pratos foram preparados por sete chefs de pequenos negócios mineiros de alimentação e as vendas geraram uma receita de R$ 168 mil para os estabelecimentos participantes.

EDAIRY MARKET | O Marketplace que Revolucionou o Comércio Lácteo

Além do queijo, doces, geleias, cachaças e licores produzidos por oito agroindústrias, peças artesanais feitas por cinco artesãos, apoiados pelo projeto Origem Minas, foram expostos e vendidos durante o festival, gerando um total de R$ 116 mil em negócios.

Outros 39 produtores mineiros de queijo, cachaça, café, molhos, antepastos, geleias e doces puderam apresentar seus produtos para 20 donos de estabelecimentos de diversas partes do país. O encontro, promovido no segundo dia do evento, resultou em aproximadamente R$ 1,7 milhão em expectativas de negócios.

 

 

https://whatsapp.com/channel/0029VaPv8js11ulUrj2kIX3I

Veja também

Os produtores de leite no Brasil enfrentam incertezas com os preços em baixa e as importações. Na análise do secretário-executivo do Sindicato da Indústria de Laticínios do Rio Grande do Sul, Darlan Palharini, a recuperação da cadeia produtiva vai depender da melhoria nos custos de produção.

Você pode estar interessado em

Notas
Relacionadas

Mais Lidos

1.

2.

3.

4.

5.

Destaques

Súmate a

Siga-nos

ASSINE NOSSO NEWSLETTER